EXPLORE O ROTEIRO

Marque os seus interesses preferidos e depois imprima seu roteiro!

PLANEJE SUA VIAGEM ACOMPANHE NOSSAS DICAS:

Receba gratuitamente dicas de viagem no seu email!

AGENDA DO ROTEIRO VEJA O QUE VEM POR AÍ!:

Conheça as tradições que marcam o período da Quaresma!

A quarta-feira de cinzas marca o início do tempo quaresmal. É um período litúrgico celebrado pelos católicos. O objetivo é a preparação para a páscoa.

Na quaresma, após os festejos do carnaval, considerada a festa da carne, os católicos se submetem a penitências como, por exemplo, o jejum.

O Circuito do Ouro mantém diversas tradições que marcam este momento. Porém, devido a pandemia do COVID 19 várias celebrações, assim como no ano passado, serão adaptadas, para que os fiéis possam participar dos momentos de reflexão.

Conheça os momentos que marcam este período!

Quarta-feira de Cinzas!

Neste dia, primeiro da quaresma, os fiéis recebem durante a celebração a unção com as cinzas. Ela simboliza o momento de conversão, mudança de vida. É uma data móvel, porém, sempre celebrada 40 dias antes da páscoa.

Algumas paróquias da nossa região já estão recebendo os fiéis, porém, com números reduzidos e seguindo as orientações dos munícipios. Por isso, fique atento!

Ornamentação roxa

Uma das grandes curiosidades das pessoas é o uso da ornamentação roxa nas igrejas durante o período quaresma.

Desde o altar e o paramento (elemento que compõe as vestes dos padres), são modificados para o roxo. A cor representa preparação, penitência e conversão. Usada nas missas da Quaresma.

Jejum e Penitência

Para os católicos a quaresma é um período de dedicação e sacrifícios, principalmente, dos alimentos. É muito comum as famílias que vivem na região do ouro (e em vários outros cantos do país também) se dedicarem a não consumir carne, seja por quarenta dias ou em dias específicos, seguindo as orientações da igreja.

Há! É considerado também o jejum dos alimentos preferidos, por exemplo, passar quarentas dias sem consumir queijo, que é um dos alimentos mais consumidos em Minas.

Período de oração

A igreja católica também convida os fiéis a dedicação à oração. É considerado uma boa prática a oração dos salmos ou ainda a via sacra às sextas-feiras.

Você pode experimentar compartilhar as orações com os amigos e familiares de maneira online.

E quando for possível não deixei de vivenciar as possibilidades da rota religiosa pelo Circuito do Ouro. Além é, claro, das tradições do período da quaresma e da semana santa.

Gostaram das curiosidades? Vamos disponibilizar a programação religiosa dos roteiros em nosso perfil. Acompanhe!

Ah! E não deixe de ler o texto Aproveite a quarentena para conhecer algumas igrejas pelo Circuito do Ouro – Circuito do Ouro.

O post Conheça as tradições que marcam o período da Quaresma! apareceu primeiro em Circuito do Ouro.

Conheça as possibilidades pelos roteiros do Circuito do Ouro

No coração da Estrada Real em Minas Gerais, situa-se os roteiros do Circuito do Ouro, composto por várias cidades com afinidades naturais, culturais e históricas, próximas umas das outras e não muito longe da capital do estado, Belo Horizonte.

A região é rica em metais preciosos e repleta de serras e vegetação exuberante, despertou sonhos nos seus desbravadores e marcou o apogeu da extração do ouro no Brasil colonial, deixando um rico legado em história e arte. Hoje, a região continua sendo destaque na extração de minério de ferro ao mesmo tempo em que atrai turistas do Brasil e do mundo.

São 15 municípios que permitem descobrir Minas Gerais de um jeito diferente, são eles: Caeté, Barão de Cocais, Santa Bárbara, Catas Altas, Sabará, Itabira, Nova Era, Nova Lima, Raposos, Rio Acima, Itabirito, Ouro Preto, Mariana, Ouro Branco, Congonhas, Itabira e Nova Era.

Para facilitar o planejamento da sua viagem, organizamos os municípios por roteiro, são quatro: entre serras, entre trilhas, entre cenários e ruralidades.

Entre Serras da Piedade ao Caraça

O Entre Serras da Piedade ao Caraça é um roteiro ligado por dois importantes santuários, Piedade e Caraça. Ao percorrer as quatro cidades que compõem o Entre Serras – Caeté, Barão de Cocais, Santa Bárbara e Catas Altas, você poderá conhecer as rotas religiosa, ecológica e gastronômica.

O roteiro é marcado por belíssimas construções. Sua paisagem já serviu de cenário, inclusive, para produção de minisséries. Além disso, há várias cachoeiras, trilhas e espaços para prática de esportes.

 

Entre Trilhas, Sabores e Aromas

Neste roteiro você poderá mergulhar nas delícias da cozinha mineira de um jeito diferente. Afinal, o Entre Trilhas apresenta possibilidades gastronômicas que vão além do pão do queijo.

Rio Acima, Itabirito, Nova Lima, Sabará e Raposos também proporcionam diversas experiências junto a natureza. Por isso, se você gosta dessa mistura, a rota gastronômica e de natureza do Entre Trilhas é a melhor opção.

Entre Cenários da História

Tudo que passa no seu imaginário sobre a história de Minas e do país você encontra por aqui, isso e muito mais. Sabe aquela quantidade de casarões históricos que você vê pelas fotos? São reais! Visitar o Entre Cenários é viajar no tempo.

Mariana, Ouro Preto, Ouro Branco e Congonhas guardam grande parte do acervo histórico do país, por isso, é possível vivenciar a rota das artes e a histórico-cultural. Ah! Temos ainda vários atrativos de natureza e aventura. Não é incrível?

Entre Ruralidades e Personalidades

Esse roteiro é composto pelas cidades de Itabira e Nova Era, que, por ficarem próximas a Belo Horizonte, são de fácil acesso e atraem muitos turistas todos os anos. O melhor de tudo é fazer o passeio completo, visitando e aproveitando essas duas cidades.

O Entre Ruralidades  possui duas rotas, do tropeirismo e das personalidades. Ipoema, distrito de Itabira é um dos destaques, a pequena vila guarda o museu do tropeiro. Já em Nova Era é possível se aventura na Fazenda da Vargem, lugar tranquilo e com grande peso histórico para o município.

Agora que você já conhece os roteiros, que tal conhecer melhor cada uma das rotas em um próximo texto?

O post Conheça as possibilidades pelos roteiros do Circuito do Ouro apareceu primeiro em Circuito do Ouro.

A história do Santiago: pai e pequeno produtor do Entre Serras

Os roteiros do Circuito do Ouro são repletos de grandes histórias, de personagens do passado e da contemporaneidade. Hoje escolhemos contar a história do pequeno produtor Santiago lá de Cocais, distrito de Barão de Cocais, no roteiro Entre Serras do Circuito do Ouro.

O sonho do Santiago era ter uma família unida, com tempo de qualidade juntos. Depois de alguns anos de casamento, ele descobriu que seria pai. Nesse mesmo período ele foi transferido para quilômetros de distância de sua casa, mas a mudança não chegou a completar dois meses, porque a saudade era grande demais.

O casal decidiu, então, que era chegada a hora de mudar. Ambos deixaram os anos de empresa, negociaram a casa por um sítio, queriam viver da terra, produzir apenas produtos orgânicos, quitandas e queijos, e vender tudo diretamente para o consumidor. Deu certo!

No dia que eles assinaram os papeis para começar essa nova vida, o inesperado aconteceu, no cartório mesmo. A primeira filha do casal, uma menina linda e muito esperta, resolveu que também era a hora de nascer. Uma mudança completa!

O sonho do Santiago finalmente era real. Naquele dia nasceu um pai, uma família unida, e uma vida cheia de satisfação de poder fazer o que se gosta ao lado de quem se ama.

Dá gosto de ver o brilho nos olhos dele quando conta a história do sítio oferecendo as quitandas que ganharam o nome de “Sabores Entre Serras”, como ele consegue produzir produtos orgânicos num espaço completamente sustentável, e como a chegada da primeira filha foi importante para que decidissem fazer essa mudança completa na sua vida. É uma história linda, concorda?

Conheça mais sobre a Vila Cocais

Cocais é uma pequena Vila colonial, muito charmosa. Planeje pelo menos um dia cheio por lá.

Chegue cedinho e tome um delicioso café, tipicamente mineiro, preparado pela Mirtes. Ela é uma das quitandeiras mais famosas do roteiro Entre Serras recebe a todos na fazenda Rancho Novo da Praia. Depois dê uma passada na Igreja Nossa Senhora do Rosário, construída em 1855 e que fica no centro histórico.

Depois, aproveite para conhecer o Sítio Arqueológico da Pedra Pintada, com seus dois paredões onde estão 122 pinturas rupestres feitas há mais de 7000 anos divididas em três painéis, e uma vista da serra de tirar o fôlego. Em seguida aproveite o dia na Cachoeira de Cocais, uma das mais belas da região.

Na volta, almoce no Bar e Restaurante Pé de Serra, o restaurante vencedor por dois anos consecutivos no Festival Gastronômico de Barão de Cocais. Não deixe de provar a carne de lata (prato premiado) e o famoso feijão tropeiro.

E na volta para a casa, conheça o Sabores Entre Serras, onde o Santiago mostra todo seu sítio, como faz para produzir tudo ali, de forma orgânica e sustentável, e no final você ainda encerra o dia com um bom cafezinho e as quitandas para levar para casa.

SAIBA MAIS: Cocais é um distrito de Barão de Cocais, que fica no roteiro Entre Serras do Circuito do Ouro. Fazem parte do mesmo roteiro também Caeté, Santa Bárbara e Catas Altas. Todas as cidades estão bem próximas e possuem pequenos produtores que dão ainda mais vida a gastronomia do Entre Serras com o resgate da história na preparação dos alimentos, chamado de Primórdios da cozinha mineira!

Primórdios da cozinha mineira

No início do século 19, o Santuário do Caraça recebeu dois padres portugueses. Além da influência religiosa, houve também grande importância na gastronomia mineira ao colocarem em prática técnicas ligadas à comida dos mosteiros.

Essa gastronomia foi comum ao longo dos municípios do Entre Serras, roteiro ligado pelos Santuários da Piedade e do Caraça. Hoje você pode vivenciar os Primórdios da Cozinha Mineira ao longo desta rota! São pães, doces, bebidas fermentadas, queijos com curas especiais e carnes defumadas. Muitos pratos são feitos com matérias primas que você nem imagina! Vários estabelecimentos do roteiro já garantem pratos preparados com ingredientes dos primórdios. Ficou curioso? Aproveite a quarentena para planejar sua viagem pelo roteiro e descobrir um pouco mais da culinária local.

 

 

 

O post A história do Santiago: pai e pequeno produtor do Entre Serras apareceu primeiro em Circuito do Ouro.

Conheça um pouco mais sobre a história de Tiradentes

“Tiradentes” era o apelido dado a  Joaquim José da Silva Xavier, que ficou famoso por ser um dos líderes da Inconfidência Mineira e por ter sido o único, entre os inconfidentes, a receber a pena capital (pena de morte). 

Ele é um dos grandes personagens do Circuito do Ouro, por isso vale a pena conhecer um pouco mais sobre sua vida, tão importante na história de Minas e do país.

QUEM FOI TIRADENTES

Joaquim José da Silva Xavier nasceu em 1746, na então Capitania de Minas Gerais, durante o Brasil Colonial. Ao longo da vida desempenhou várias profissões, entre elas, estava a de dentista amador, por isso foi apelidado como “tira-dentes”. Tiradentes também foi fazendeiro, caixeiro viajante, tropeiro, e alferes (patente abaixo de tenente) da cavalaria de Dragões Reais de Minas, a força militar atuante na Capitania de Minas Gerais e subordinada à Coroa Portuguesa.

Conheceu o interior de Minas Gerais e o caminho entre a capitania e o Rio de Janeiro, e por causa disso, era um importante propagador das ideias da inconfidência. Tiradentes costumava andar pelas ladeiras de Vila Rica, atual Ouro Preto, e participar ativamente da vida da cidade. Ele nunca se casou oficialmente, mas teve uma filha legítima, a Joaquina, com sua companheira, Antônia Maria do Espírito Santo.

ROTEIRO PELA HISTÓRIA DE TIRADENTES

Melhor do que saber da vida de Tiradentes, é percorrer os espaços por onde ele fez história no roteiro Entre Cenário da História do Circuito do Ouro.

 

  1. RUA SÃO JOSÉ – OURO PRETO

Endereço: Rua São José, nº 132

Tiradentes morava na rua São José, conhecida como “rua dos bancos”, com sua companheira Antônia e a filha do casal, Joaquina. Eles não eram casados. A casa foi destruída em 1792, assim como o terreno foi salgado para que nada crescesse ali, como parte da sentença judicial que condenou Tiradentes. No meso terreno, anos mais tarde, foi construído um sobrado onde hoje funciona a Associação Comercial e Empresarial de Ouro Preto.

 

  1. CASA DOS CONTOS – OURO PRETO

Endereço: Rua São José, nº 12

A Casa dos Contos é um antigo casarão que virou museu e conta a história da moeda desde o Brasil Colônia até hoje. No passado, era residência do contratador João Rodrigues de Macedo e um dos edifícios mais majestosos do seu tempo. Era um dos lugares que Tiradentes se encontrava com os outros inconfidentes. No térreo funcionava o espaço de negócios, o andar superior era a residência, e no porão era a senzala.

 

  1. RUA DIREITA – OURO PRETO

Rua Conde de Bobadela (Rua Direita), nº 55

A casa que hoje funciona uma loja, antigamente era a moradia do comandante do Regimento de Cavalaria de Minas Gerais, Francisco de Paula Freire de Andrada, e onde os rebeldes também costumavam se reunir na Rua Direita. Foi lá que, numa das reuniões dos inconfidentes, entre os tantos pontos abordados, que Tiradentes defendeu a morte do governador de Minas Gerais, e se ofereceu para realizar a tarefa.

 

  1. CASA DA ÓPERA – OURO PRETO

Endereço: Rua Brigadeiro Mosqueira, nº 4

A Casa da Ópera é o mais antigo teatro em atividade das Américas. E um os frequentadores assíduos da casa era Tiradentes.

 

  1. IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO PILAR – OURO PRETO

Endereço: Praça Monsenhor João Castilho Barbosa, s.n.

Foi na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, aquela adornada com mais de 400 quilos de ouro, que Tiradentes batizou sua filha Joaquina e prometeu se casar com a mãe dela, Antônia. Naquele dia ele confirmou em voz alta que era o pai da criança. Porém, depois de passar meses em suas viagens, descobriu a traição da companheira, devolveu ela a mãe e eles nunca se casaram.

 

  1. PRAÇA TIRADENTES – OURO PRETO

Endereço: Praça Tiradentes

No século XVIII, a atual Praça Tiradentes era conhecida como Morro de Santa Quitéria e servia de divisão para duas freguesias: Antônio Dias e Pilar. Localizada no coração de Ouro Preto, a praça recebeu o atual nome em homenagem ao inconfidente Tiradentes. Ele foi traído por Joaquim Silvério dos Réis, foi preso no Rio de Janeiro. Após passar quase dois anos na prisão, foi enforcado e teve o corpo esquartejado. Suas partes foram expostas em vários pontos de Vila Rica. Onde teve sua cabeça exposta, é onde hoje está a sua estátua na Praça Tiradentes.

 

  1. CASA TIRADENTES – OURO BRANCO

Endereço: Rodovia MG-129 Carreiras

A atual Casa Tiradentes, antigamente era conhecida como Fazenda de Carreiras. Lá era local de criação, venda ou troca de cavalos e ponto de cobrança de impostos, em ouro, exigidos pela corte portuguesa. Pessoas importantes pernoitavam no casarão, como Dom Pedro II, e também Tiradentes que fazia reuniões secretas ali durante as suas viagens de para difusão dos ideais de liberdade da Inconfidência.

 

SAIBA MAIS

LIVROS: Você pode se aprofundar mais na história de Tiradentes lendo os livros  O Tiradentes – Uma biografia de Joaquim José da Silva Xavier e Boa Ventura! A corrida do ouro no Brasil, ambos do jornalista Lucas Figueiredo.

MUSEU DA INCONFIDÊNCIA, OURO PRETO: Pode também conhecer mais da história visitando o Museu da Inconfidência em Ouro Preto, e vendo especialmente a tela Leitura da sentença de Tiradentes, de Leopoldino de Faria (1836-1911), pintor oficial da Academia Imperial do Rio de Janeiro. O quadro com 3,25 metros de largura e 2,45m de altura, foi cedido pelo Legislativo municipal ao museu, onde deve ficar até, pelo menos, 2024. Inclusive você pode fazer uma visitar virtual ao museu pelo site  http://eravirtual.org/museu-da-inconfidencia/

 

Gostou? Agora você já tem mais um bom motivo para conhecer as cidades do Circuito do Ouro!

 

O post Conheça um pouco mais sobre a história de Tiradentes apareceu primeiro em Circuito do Ouro.

Acompanhe nosso blog

17/02

Conheça as tradições que marcam o período da Quaresma!

A quarta-feira de cinzas marca o início do tempo quaresmal. É um período litúrgico celebrado pelos católicos. O objetivo é a preparação para a páscoa. Na quaresma, após os festejos do carnaval, considerada a festa da carne, os católicos se submetem a penitências como, por exemplo, o jejum. O Circuito do Ouro mantém diversas tradições que marcam este momento. Porém, devido a pandemia do COVID […]

O post Conheça as tradições que marcam o período da Quaresma! apareceu primeiro em Circuito do Ouro.

31/01

Conheça as possibilidades pelos roteiros do Circuito do Ouro

No coração da Estrada Real em Minas Gerais, situa-se os roteiros do Circuito do Ouro, composto por várias cidades com afinidades naturais, culturais e históricas, próximas umas das outras e não muito longe da capital do estado, Belo Horizonte. A região é rica em metais preciosos e repleta de serras e vegetação exuberante, despertou sonhos nos seus desbravadores e marcou o apogeu da extração do […]

O post Conheça as possibilidades pelos roteiros do Circuito do Ouro apareceu primeiro em Circuito do Ouro.

08/08

A história do Santiago: pai e pequeno produtor do Entre Serras

Os roteiros do Circuito do Ouro são repletos de grandes histórias, de personagens do passado e da contemporaneidade. Hoje escolhemos contar a história do pequeno produtor Santiago lá de Cocais, distrito de Barão de Cocais, no roteiro Entre Serras do Circuito do Ouro. O sonho do Santiago era ter uma família unida, com tempo de qualidade juntos. Depois de alguns anos de casamento, ele descobriu […]

O post A história do Santiago: pai e pequeno produtor do Entre Serras apareceu primeiro em Circuito do Ouro.

24/04

Conheça um pouco mais sobre a história de Tiradentes

“Tiradentes” era o apelido dado a  Joaquim José da Silva Xavier, que ficou famoso por ser um dos líderes da Inconfidência Mineira e por ter sido o único, entre os inconfidentes, a receber a pena capital (pena de morte).  Ele é um dos grandes personagens do Circuito do Ouro, por isso vale a pena conhecer um pouco mais sobre sua vida, tão importante na história […]

O post Conheça um pouco mais sobre a história de Tiradentes apareceu primeiro em Circuito do Ouro.

CONFIRA NOSSOS GUIAS