Santo Antônio: conheça um pouco da devoção ao santo

No dia 13 junho é comemorado o dia de Santo Antônio, conhecido como casamenteiro, ele nasceu em Lisboa – Portugal, no ano de 1195. Batizado por seus pais com o nome de Fernando, desde a infância, realizava incessantes orações a Deus por proteção.

Apesar da fama de “santo casamenteiro”, não há nenhum registro sobre casamentos em seus sermões, mas recebeu esse título devido às lendas em torno de seu nome, onde algumas moças, ao se apegarem a Santo Antônio, realizaram o sonho de se casar.

No Brasil, o dia dos namorados é celebrado no dia 12 de junho,  véspera do dia de Santo Antônio. Na ladainha rezada durante a trezena do santo, os devotos pedem, inclusive, a proteção para os casais apaixonados. Conheça as cidades do Circuito do Ouro que possuem igrejas dedicada ao santo.

 

Matriz de Santo Antônio em Ouro Branco

No roteiro Entre Cenários da História, o qual Ouro Branco faz parte, a igreja matriz, localizada no centro da cidade, é dedicada a Santo Antônio. Registros indicam, que a matriz estava de pé no final do século XVIII.

A igreja é considerada uma das mais antigas instituições paroquiais de Minas Gerais.  Ela é um exemplo clássico do barroco. Em seu interior, é possível apreciar o arco-cruzeiro e a capela mor que formam um conjunto de talhas dos mais belos de Minas.

 

Matriz de Itatiaia – distrito de Ouro Branco

Além da igreja Matriz da cidade ser dedicada a Santo Antônio, a igreja, localizada na Vila Itatiaia, distrito de Ouro Branco, também tem como patrono o santo casamenteiro.

A igreja foi também foi construída no século XVIII, as irmandades do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora do Rosário e São Benedito foram as responsáveis por sua construção.

A edificação apresenta duas etapas distintas de construção, sendo a primeira relativa à capela-mor e corredores laterais, com estrutura aparente. A segunda etapa corresponde à nave, onde se empregou a alvenaria de pedra.

 

Matriz de Santo Antônio em Santa Bárbara

Localizada no roteiro Entre Serras da Piedade ao Caraça, a igreja Matriz dedicada a Santo Antônio em Santa Bárbara teve sua construção iniciada no princípio do povoamento nesta região por volta de 1713 e foi parcialmente concluída em meados dos anos 1800.

A pintura da Ascensão de Cristo do Mestre Manoel da Costa Athayde na Capela-mor chama bastante atenção dos visitantes. Além da igreja de dedicada a seu padroeiro, a cidade de Santa Bárbara também guarda o museu dedicado ao santo. O museu antoniano fica bem ao lado da igreja, no centro histórico da cidade. Vale a pena conhecer!

Gostou das dicas? Aproveite para descobrir 9 igrejas barrocas para conhecer.

 

 

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

esqueci minha senha