Harmonização de cervejas: 4 sugestões para acompanhar pratos mineiros

Viajar para Minas Gerais é uma experiência sem igual. Uma das principais características do estado é a sua rica gastronomia, que abre espaço para experimentação e harmonização de cervejas artesanais.

As cidades do Circuito do Ouro se destacam pela ampla oferta de pratos mineiros saborosos e farta gama de cervejas diferentes para complementar a experiência gastronômica do viajante.

Confira neste post 4 sugestões de cervejas para casar com os pratos da região de maneira saborosa.

Como funciona a harmonização de cervejas?

Antes de começarmos a falar sobre os tipos de cervejas que vão bem com os principais pratos do Circuito do Ouro, precisamos entender como funciona a harmonização de cervejas.

Para escolher a cerveja correta para um prato específico, precisamos saber quais os ingredientes utilizados na comida e o método de harmonização ideal para cada situação. Existem três principais métodos de harmonização de cervejas:

  • Por corte: quando usamos características da bebida limpar o paladar entre garfadas;
  • Por contraste: quando a cerveja possui características diferentes das do prato;
  • Por semelhança: quando a cerveja e o prato possuem elementos sensoriais parecidos.

Quais as melhores sugestões para pratos mineiros?

1. Pilsner/Pilsen

A cerveja Pilsen (também chamada de Pilsner em inglês) é o tipo de cerveja mais popular do mundo, ocupando cerca de 2/3 de todo o mercado mundial.

A Pilsen se destaca por ter um aroma muito rico, uma coloração amarelada e transparente e um teor alcoólico baixo, além de um sabor que mistura o malte com o amargor do lúpulo.

Harmonização com pratos mineiros: por ser uma cerveja leve, a Pilsen harmoniza bem com pratos mais leves, especialmente aqueles de carne branca.

Dentre os típicos pratos mineiros, a Pilsen vai casar muito bem com o frango com ora-pro-nóbis, uma das pedidas mais tradicionais do Circuito do Ouro.

Além disso, o pastel de angu, outra atração local, também vai muito bem com uma Pilsen.

2. Pale Ale

A Pale Ale é um tipo de cerveja de alta fermentação que utiliza malte pálido, o que resulta numa bebida mais doce, mas com um pequeno toque de amargor.A Pale Ale costuma variar entre 4% e 6% de teor alcoólico dependendo das suas subcategorias, enquanto alguns tipos, como a Strong Pale Ale, podem chegar a até 12% de teor alcoólico.

Harmonização com pratos mineiros: a Pale Ale é um ótimo tipo de cerveja para casar com alguns tipos de embutidos. Pratos que levam salsicha ou linguiça, por exemplo, são ótimos para harmonizar com uma bela Pale Ale.

Já pensou em harmonizar um rótulo dessa categoria com um empadão de linguiça com jabuticaba? Essa iguaria você encontra com bastante facilidade em Sabará.

3. Brown Ale

Uma cerveja Brown Ale se caracteriza por ter uma coloração bem escura, como um âmbar escuro ou mesmo um marrom. Ela pode ser feita em várias regiões, o que muda o seu teor alcoólico. Na Bélgica, as Brown Ale têm menor teor alcoólico, enquanto são mais fortes na Inglaterra ou nos EUA. Já no Brasil, esse teor costuma variar entre 4% e 8%.

Harmonização com pratos mineiros: a Brown Ale, por ter um sabor mais encorpado, vai muito bem com pratos com carnes mais fortes. Dentre os pratos mineiros, o que melhor casa com uma boa Brown Ale é o leitão à pururuca, uma das maiores delícias de Minas Gerais.

Uma boa feijoada ou um feijão-tropeiro também harmonizam perfeitamente com uma cerveja desse tipo.

4. Stout

A cerveja Stout é uma cerveja diferente. Criada na Inglaterra, ela se caracteriza por ser feita com malte torrado ou cevada torrada, adquirindo um sabor bem mais forte e uma coloração mais escura, praticamente preta.

Em termos de teor alcoólico, ela também se destaca por ser mais forte do que a maioria das cervejas, variando de 7% a 8%.

Harmonização com pratos mineiros: a melhor maneira de harmonizar uma Stout é através de contraste – pegamos a cerveja forte e casamos com um sabor doce e suave.

Por isso, as guloseimas mineiras são perfeitas para combinar com uma Stout. A goiabada ou a ambrosia, por exemplo, ficam perfeitas acompanhadas de uma cerveja desse tipo. Sorvetes também harmonizam muito bem.

Agora que você já sabe como trabalhar com a harmonização de cervejas, que tal conferir as principais cervejas artesanais do Circuito do Ouro? Assim você já pode começar a planejar a vertente gastronômica da sua viagem!

Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

esqueci minha senha